Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Escrita d'Alma

Escrevo como quem abre a sua alma e partilha o melhor do seu ser na companhia dos seres mais maravilhoso os meus animais , Maggie e Fluffy.

Escrita d'Alma

Escrevo como quem abre a sua alma e partilha o melhor do seu ser na companhia dos seres mais maravilhoso os meus animais , Maggie e Fluffy.

14 de Novembro, 2021

Tempo da Alma

 

É no turbilhão de pensamentos que surges com um sorriso maroto me desafiando, desafiando a minha serenidade e a minha paz.

Como se me quisesses “obrigar” a aprender algo! Aprender a aceitar a imensidão do pensamento, a maravilha do momento do qual já não pertences, a aceitar que tudo é um ciclo, tudo tem um início e um fim, mesmo o que é bom, maravilhoso e chega ao fim!

Tudo de bom e de mau traz um ensinamento, uma lição que tenho de aprender, aprender a desapegar de tudo e de todos, do que é bom principalmente.

Aprender a não criar expetativas sobre hoje, sobre o amanhã. Aprender que o passado foi tudo o que tinha de ser e agradecer por o ter vivido.

Tempo da Alma.jpg

Aprender que todos temos um tempo, uma vontade, uma aprendizagem que ninguém muda ninguém. Mas, que evoluímos uns com os outros no nosso devido tempo.

Aprender que o tempo que tudo leva a se concretizar, a fluir é um tempo que não é o nosso tempo. É o tempo do universo, da vida, da nossa alma. É um tempo sem contagem, sem controlo, sem anseios, sem pressas. É um tempo necessário para a nossa alma.

 

Tudo no seu tempo se encaixa no devido lugar.

Tudo no seu tempo flui ao seu ritmo e ao seu próprio querer.

Como a própria mãe natureza, tudo tem o seu tempo para florir.

 

E, eu floresço ao tempo da minha alma de coração aberto e sorriso no rosto.

 

Com gratidão,

Cátia Santos