Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Escrita de Alma

Escrevo como quem abre a sua alma e partilha o melhor do seu ser na companhia dos seres mais maravilhoso os meus animais , Maggie e Fluffy.

Escrita de Alma

Escrevo como quem abre a sua alma e partilha o melhor do seu ser na companhia dos seres mais maravilhoso os meus animais , Maggie e Fluffy.

19 de Setembro, 2019

Na vida tudo tem um tempo

na vida tudo_maggie.jpg

 

Ensinam-me todos os dias que devo agradecer, ser grata por todos os maravilhosos momentos que vivo, mesmo que um dia tenham um fim.

Devo guardar esses maravilhosos momentos cheios de respeito, de carinho e de amor eternamente no meu coração.

Nunca guardar magoa por os ter vivido e por terem acabado.

Na vida tudo tem um tempo, nada é eterno.

Esses momentos foram vividos no momento em que os tinha de viver e acabaram no momento em que tinham de acabar.

Saber amar é deixar ir quando assim tiver de ser.

Saber amar é reconhecer a evolução do próprio ser e do outro ser.

Saber amar é desapegar, sem rancor nem magoa.

 

Ao vosso lado, aprendi o desapego, o deixar ir, tal como uma borboleta que se forma no seu casulo e assim que o seu ciclo de metamorfose está completo, ganha asas e voa.

Quando chega a hora, devemos saber deixar ir, devemos deixar fluir a vida.

Tudo tem o seu tempo…

 

Com gratidão, 

Cátia Santos

Newsletter

2 comentários

Comentar post